Aleida Guevara debate Cuba sob a liderança de Raul Castro.

28/06/2011

Aleida_04

Em mais um debate extremamente concorrido no Teatro Casa Grande, Aleida Guevara, discorreu ontem sobre a atual situação da Revolução Cubana, sob a liderança de Raul Castro, o conflito de gerações e as novas perspectivas lançadas após o último Congresso do Partido Comunista Cubano.

Aleida_11

Aleida, que além de ser filha do ícone e heroi da Revolução Cubana, Ernesto Che Guevara, é pediatra a ativista cubana mostrou-se atenta à questão fundiária no Brasil e solidária ao MST.

Aleida_10

Depois de falar cerca de uma hora sobre o atual momento da Revolução Socialista e sobre o modelo cubano de democracia, Aleida se mostrou muito afável ao público presente ao permanecer por mais duas horas respondendo a todas as perguntas que lhe foram dirigidas, sempre como o mesmo carinho e respeito, ciente de sua importância como ativista e representante de Cuba Socialista.

Aleida_06

A médica pediatra ainda teve tempo de mostrar muito bom humor quando exemplificou situações do dia-a-dia dos habitantes de Cuba, citando exemplos em tons de anedotas e a maneira como lida com suas duas filhas, de 22 e 21 anos, e os desafios impostos pela dura realidade de se viver em um país sob o “Bloqueio Econômico” imposto pelos Estados Unidos da América.

Aleida_09

Após o encerramento de sua palestra e de responder a todas as perguntas encaminhas pela mesa coordenadora do debate, composta pelo presidente do Instituto Casa Grande, o ex-senador Saturnino Braga  e do jornalista Kadu Machado, membro do conselho editorial do Jornal de Cultura e Política Algo A Dizer (www.algoadizer.com.br), Aleida Guevara ainda se colocou à disposição de todos para posar para fotografias pessoais e conversar descontraídamente com quem se aproximava.

Aleida_13

Departamento de Divulgação

Registro Fotográfico: Jornal de Cultura e Política Algo A Dizer
Anúncios

“2022: o Brasil no bicentenário da Independência” é debatido por Samuel Pinheiro Grimarães

01/06/2011

!cid_41CD67BF-EC67-4FFB-8597-44241D90561F

O ex-ministro da Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE) e ex-secretário-geral do Itamaraty durante o governo do presidente Lula, Samuel Pinheiro Guimarães foi o convidado de nosso Ciclo de Debates Sobre Problemas Brasileiros, promovido pelo Instituto Casa Grande e pelo Jornal de Cultura e Política “Algo A Dizer (www.algoadizer.com.br), no Teatro Oi Casa Grande.

!cid_1EA381B7-0EBD-4ADD-B4F3-E53B2FB2891B

Falando para uma platéia de cerca de 150 companheiros, que vêm lotando o “foyer” do Teatro, Guimarães fez inicialmente uma retrospectiva do crecimento social e econômico do Brasil entre os anos de 1985 e 2003, comparando com o desenvolvimento do mesmo setor em outros países do mundo, tais como a China.

!cid_1F90D274-5336-47B2-B56F-2AC34F942552

Em seguida, teceu algumas apreciações sobre a crise financeira internacional e o que ela representou para o Brasil em termos estratégicos, e por fim, apresentou o projeto “Plano Brasil 2022” e as metas a serem atingidas pelo país até o ano do bi-centenário da Independência.

!cid_B3BC6083-0EE7-446F-BC0C-F07F81824BF0

  1. Crescer 7% ao ano.
  2. Aumentar a taxa de investimento para 25% do PIB.
  3. Tornar a Tributação menos Regressiva
  4. Reduzir o “spread” bancário, bem como, a taxa de inflação para o nível médio de países emergentes
  5. Reduzir a Dívida Pública a 25% do PIB
  6. Construir uma nova Arquitetura Institucional do Gasto Público
  7. Modernizar o funcionamento da Administração Pública
  8. Utilizar de forma Estratégica o poder de compra do Estado
  9. Aperfeiçoar o arranjo Federativo
  10. Instituir o Sistema Nacional de Patrimônio Público
  11. Triplicar os Investimentos em Pesquisa e os níveis de controle da sanidade.
  12. Reduzir à metade a concentração fundiária, dobrar a renda da agricultura familiar, e aumentar em cinco vezes a produção da aquicultura.
  13. Elevar o dispêndio total em Pesquisa e desenvolvimento para 2,5% do PIB, dobrar o número de bolsas concedidas pelo  CNPq e pela Capes, Ter 450 mil pesquisadores, e dominar as tecnologias de microeletrônica e de produção de fármacos.

Estes foram apenas alguns dos tópicos abordados pelo ministro Pinheiro Guimarães, os quais podem ser encontrados em: http://www.sae.gov.br/site/wp-content/uploads/PlanoBrasil2022_web.pdf 

Departamento de Divulgação

Registro Fotográfico: Jornal de Cultura e Política Algo A Dizer